Broa de Milho Branco

Recordo quando ainda pequenina entrava na cozinha e sentia o cheiro da farinha de milho já escaldada na masseira.

A minha avó, entretanto,  tratava do forno. Limpava e acendia o lume com a madeira já armazenada para esse feito. Depois voltava à massa.

Ao milho acrescentava o trigo, a água e a levedura, porque o sal já entrara na farinha escaldada. E o meu coração brilhava com os gestos concertados de braços, suavidade nas mãos, que amassavam e transformavam a farinha num volume macio e divino.

 

As minhas mãos ainda pequeninas e ávidas não sossegavam enquanto não tocassem, sentissem, mergulhassem naquela masseira.

 

Depois era esperar. A broa repousava entre madeira e cobertores aquecida pelo lume do forno e do borralho, onde já havia a panela da sopa ao lume.

 

Já levedada, o novo passo de magia acontecia. Baquear a broa. A massa na tigela, saltava, rolava, enfarinhava-se e redondinha virava-se na pá para entrar ao forno.

 

De novo a espera. E então... a minha avó começava a apresentar as broas. Abria a primeira à mão e eu com manteiga pronta para barrar aquele pedaço de broa a fumegar… 

 

São experiências, aromas, sabores que jamais passam para o esquecimento, porque são uma das verdades que me tornaram no ser humano que sou.

 

Por mais que tente fazer broa de milho ela jamais terá o sabor que a broa da minha avó tinha.

 

Broa de Milho Branco (directa, sem isco)

Ingredientes

500g de Farinha de Milho T175 (80%)

450g de Água a ferver

100g de Farinha de Trigo (20%)

100g de Água

9g de Sal

18g de Levedura

Qb de farinha de trigo para tender

 

Preparação

Amassar a «escaldar» a farinha de milho (já com o sal adicionado) com a água a ferver.

Deixar arrefecer cerca de meia hora, para «rebentar» e «abrir» o grânulo de amido do milho, muito mais resistente do que o de trigo.

Adicionar a farinha de trigo e a levedura dissolvida na restante água. Amassar.

Se for para tender à tigela (baquear/padejar) a massa deve ficar macia. Se for para enrolar à mão a massa deve ficar mais segura.

Deixar a massa levedar cerca de 1 a 2 horas.

Se optar por enrolar, usar muita farinha de trigo, não apertando muito para que «abra» ao enfornar. Se optar por baquear (é sempre a minha opção), numa tigela ou gamela de madeira enfarinhada, fazer a massa rolar e saltar.

Enfornar e cozer em forno forte, 250⁰C/260⁰C

publicado por Graellsia às 19:47 | comentar | favorito